domingo, 28 de julho de 2013

De volta à Barbárie


Não sou católico. Mas sou cristão. Estou triste  - mas não surpreso - ao presenciar o estertor agonizante da liberdade de expressão, do respeito aos direitos de um segmento da sociedade, da convivência civilizada entre discordantes. Pouco a pouco voltamos a barbárie pré-cristã.

"Na Marcha das Vadias de Copacabana aconteceu aquilo que acontece sempre que um grupo da extrema-esquerda tem a possibilidade de agir segundo os seus verdadeiros desejos e planos: desrespeito e ataque ao Cristianismo (em especial à Igreja Católica)...
Uma das acções mais nojentas e de teor altamente polémico foi o facto das feministas terem usado a imagem da Virgem Maria como objecto sexual.

... Por fim, uma das feministas agarrou no que sobrava duma cruz, colocou um preservativo sobre ele e enfiou-o no ânus do parceiro de encenação".

74 comentários:

  1. Difícil achar palavras ao conceber o fato, insidioso, anti ético, cavernoso e atentatório ao que chamamos a um futuro de paz, fraternidade e amor. Lamento ver qualificações dessa "estirpe" que. se não drogados", são maquinadas por um espiritualidade lá debaixo ou do desconhecimento real do próprio sexo. Inconcebível e lamentável!

    ResponderExcluir
  2. E você, ao chamar de extrema esquerda a um bando de malucos, escancara o seu gozo canalha: ser de extrema direita, um candidatinho a Fuhrer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Permita-me ensinar esse anônimo trouxa:

      https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/198658_487731391308961_1104548664_n.jpg

      Excluir
    2. https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/479772_346976658738700_1088328250_n.jpg

      Excluir
  3. Caro anônimo,

    1) O ódio turvou a sua vista: o texto que citou é o do blog que tem o link abaixo, não é um texto meu. A parte que me cabe está antes das aspas. O "bando de malucos" se reúne aos medíocres heróis esquerdistas ao longo da história.

    2) Estude. Leia. Mas leia tudo, não selecione o velho clichê esquerdista de que o fuhrer era de extrema direita - não era. Se precisar de sugestões, é só avisar.

    3) pode começar a comer alimento sólido, aqui

    http://lucianoayan.com/2012/07/15/sera-o-nazismo-de-extrema-direita-not-so-fast-junior/
    e aqui
    http://www.olavodecarvalho.org/semana/081211dc.html

    4) Se precisar de sugestões sobre livros (ou filmes) que tratam do assunto, avise.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Mermão, de buenas, indique livros ae :))) esse blog é massa pelos filmes e pelos livros ao lado :) o ruim é q alguns sairam do ar, mas aproveitando o ensejo ae, indica os livros, se possível, valeu, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge, como um apaixonado por livros, sou "rato de sebos", e a Estante Virtual é um dos meus ambientes preferidos. Ali vc encontra:

      - Richard Overy, Os Ditadores: A Rússia de Stalin e a Alemanha de Hitler”.
      http://www.estantevirtual.com.br/q/Os-Ditadores:-a-Russia-de-Stalin-e-a-A...-

      - Martin Kitchen, Um Mundo em Chamas – Uma Breve História da 2ª Guerra Mundial
      http://www.estantevirtual.com.br/q/Martin-Kitchen

      - Trumbul Higgins, Hitler e a Rússia – O Terceiro Reich
      http://www.estantevirtual.com.br/qau/trumbull-higgins

      - Hermann Rauschnig, Hitler m’a dit
      http://www.estantevirtual.com.br/maniadeculturasp/Herfman-Rauschning-Hitler-M-a-Dit-52205935

      Mais alguns outros, aqui:

      - Alain Besançon, A Infelicidade do Século
      http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/449862/a-infelicidade-do-seculo

      - James Pool, Who Financed Hitler: The Secret Funding of Hitler’s Rise to Power
      http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=246641&sid=20723617415728702981990381

      - Yuri Dyakov e Tatyana Bushuyeva, The Red Armey and the Wehrmacht
      http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem=739849&sid=20723617415728702981990381

      Abraços!

      Excluir
  5. Realmente este protesto foi ridiculo e horroroso.
    Seria melhor que tivessem cobrado a morte de mais de 360 arvores da mata atlantica arrancada para uma missa que nem houve. Um crime ambiental em nome da Igreja. mais um na conta.

    ResponderExcluir
  6. Cine, Gostei, o tal do Anônimo ficou anõnimo de verdade,
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...

    Desculpe, como não tenho conta no google, mando anônimo, mas com nome: Francisco Paulo.

    ResponderExcluir
  7. mandou muito bem bueníssimamente bem o/ muito obrigado! abraço o/

    ResponderExcluir
  8. Parabéns Cinéfilo!
    É uma pena que a inteligência, o bom senso, o equilíbrio sejam hoje tão raros quanto o amor verdadeiro. Pessoas portando bandeiras embasadas na ignorância, ou pior, na "semi-ignorância".
    abraços

    ResponderExcluir
  9. esse desrespeito vem se repetindo... o movimento gay achincalhou com símbolos católicos na parada... esse bando de energúmenos... tem q processar essa cambada de vagabundos intolerantes. Pronto, falei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara amiga carlatb, volto a dizer que excessos sempre haverão em movimentos sociais. Eu lamento seu ouve algum desrespeito na parada gay. O que eu não acho valido é querer desacreditar os ideais deste movimento. E me surpreende muito que neste blog parece que estão conseguindo entender isto. E embora eu não acho que existe desculpa para o desrespeito de nenhum lado, preciso lembrar que quem cometeu o desrespeito tem seus direitos negados por esta instituição por motivos puramente religiosos (acho que não preciso explicar o absurdo que é impor o seu modo de vida para outras pessoas). Do mais, estou sempre aberto para discussões de modo civilizado.

      Excluir
    2. CarlaTB, sinta-se à vontade para dar o seu ponto de vista. Darei o meu.

      Diego, não faça uma inversão tão estapafúrdia: “Tem os seus direitos negados por esta instituição por motivos puramente religiosos”. Quais direitos são negados? Ora, se esta instituição a que vc se refere é a igreja, evidente que ela é motivada por suas crenças religiosas (doutrinas). Vc não é obrigado a aceitar as doutrinas, ela não é obrigada a aceitar as suas reivindicações. Veja que vc não é obrigado a ser cristão - já o disse que não é. O cristão não é obrigado a aceitar práticas que contrariam as suas crenças corroboradas teologicamente, filosoficamente e biologicamente.

      Nesse assunto, a igreja tem a seu lado a doutrina e a racionalidade aliada a biologia http://www.youtube.com/watch?v=yhLwcJ0TKS4&feature=pl...

      Excluir
    3. Diego Pinto,
      Sua linguagem dúbia "aparenta" censurar o q aconteceu. Aparenta pq ao mesmo tempo tenta justificar: “preciso lembrar que quem cometeu o desrespeito tem seus direitos negados por esta instituição por motivos puramente religiosos”.
      Isso é fraude intelectual. Falácia da vitimização para obter sanção moral objetivando justificar qualquer coisa.

      A sua outra balela é a de q foi um ato isolado. Esse “ato isolado” acontece por causa do discurso dos extremistas (integrantes de Movimento LGBT, Feministas, Machonheiros) contra a igreja. Quando alemães começaram a semear conteúdo anti-semita, deu no que deu: judeus nos campos de concentração.

      A mim não engana, querido Diego. Os movimentos q vc defende querem aniquilar o cristianismo, nada mais que a velha estratégia gramsciana nas ruas.

      Quanto aos dogmas da igreja, siga-os ou siga outro caminho. A igreja abraça o livre-arbítrio. Quem tenta impor o seu ponto de vista a igreja são os movimentos que vc defende.

      Excluir
  10. Amigão, primeiramente quero dizer que não sou cristão e mesmo assim penso que atos de desrespeito não devem ser tolerados. Mas vamos falar sério. Nós sabemos que este é um ato isolado. Acho que seria muito importante ter deixado isto claro no seu texto. Embora existam excessos (como em qualquer movimento), no geral o movimento feminista é um movimento sério.

    ResponderExcluir
  11. Ato isolado. Isto também são atos isolados?
    https://www.youtube.com/watch?v=dY28ZKYdDyY
    http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/05/marcha-das-vadias-tem-tumulto-em-frente-igreja-em-copacabana.html

    Poderia continuar colando estes "atos isolados". As coisas que estão acontecendo obedecem a princípios estabelecidos filosoficamente e ideologicamente...

    Perseguição ao cristianismo não é um ato isolado... é uma constante mundo afora e temo que esteja chegando por aqui. Vc sabia que os cristãos são o grupo social mais perseguido, torturado e executado no mundo? http://2.bp.blogspot.com/-irhLswvVNLQ/TxQibSxH1dI/AAAAAAAAAGU/ho7LnMb2kcA/s1600/mapa.jpg

    Por gentileza, apresente a seriedade do movimento feminista. Depois eu te apresentarei a falta de seriedade do movimento feminista.

    ResponderExcluir
  12. Daria para dizer duas ou três coisas sobre o blogue que você citou, cinéfilo. Mas, blogue opinativo incógnito é uma piada. Só pessoas têm o direito de opinar, fantasmas não.

    É uma regra que sigo ciosamente: só polemizo com internautas que se identifiquem. Se alguém não tem sequer a coragem de assumir seu nome, por que desperdiçarmos nosso precioso tempo com ele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu prefiro analisar se aquilo que está escrito, confere com um raciocínio lógico, até porque se fosse seguir ao pé da letra a questão incógnito, muitos livros escritos por autores que assinaram com pseudonimos deveriam ser ignorados. E até mesmo a opinião do Cinéfilo, pois sou "um incógnito". Avançando um pouco mais, o Cine Um por Dia deveria ser ignorado.

      Os encapuzados que fizeram essa aberração também "deveriam ser ignorados"?

      Mais importante que assumir o nome é verificar a veracidade das afirmações, o raciocínio coerente, a lucidez mental.

      Olavo de Carvalho diz que vc delatou seus companheiros durante o regime militar. Eu poderia dizer: Se alguém não tem a coragem de "aguentar o tranco", por que desperdiçar o meu precioso tempo com ele?

      Mesmo assim costumo ouvir as vozes dos incógnitos, dos conservadores, dos esquerdistas, dos delatores.

      Excluir
  13. Bem, para julgar o valor das afirmações do Olavo de Carvalho, que tal ler a íntegra da polêmica que eu travei com ele? Está aqui: http://naufrago-da-utopia.blogspot.com/2010/06/polemica-celso-lungaretti-x-olavo-de.html

    Infelizmente para você, seu ídolo saiu-se muito mal: depois de trombetear orgulhosamente o primeiro artigo, foi nocauteado pela réplica e escondeu os dois textos seguintes no "Diário do Comércio", procurando minimizar, tanto quanto possível, a difusão na internet.

    Quanto ao seu outro ídolo, o Reinaldo Azevedo, está me devendo uma resposta para este artigo: http://naufrago-da-utopia.blogspot.com.br/2013/06/quem-nasce-para-reinaldo-azevedo-nunca.html

    Duvido que ouse me enfrentar. Sabe que não dá nem para a saída.

    Por último, cinéfilo, é lamentável que alguém ligado às artes não tenha o mínimo interesse em conhecer o "outro lado" e fique repetindo como papagaio as calúnias que circulam por aí. Desqualificação é uma saída pela tangente de quem não consegue encarar a batalha dos argumentos.

    Para seu conhecimento: fui indenizado pelo Governo de SP e anistiado pela União, como vítima da ditadura com lesão permanente causada por torturas em instalações militares. O relator do meu processo na Comissão de Anistia, o ex-presidente da seção brasileira da Anistia Internacional Márcio Gontijo, qualificou-me de o anistiando mais gravemente atingido nos seus direitos, dentre todos cujos casos haviam sido submetidos ao colegiado até então (julho/2005).

    Meu livro, "Náufrago da Utopia" (Geração Editorial, 2005), é considerado obra de referência sobre os anos de chumbo. E o meu blogue homônimo tem considerável peso em lutas concretas como a do Cesare Battisti, que ajudei a vencer, contra seus ídolos, contra toda a grande imprensa e contra os fascistas d'além mar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhei o blog desse Lungaretti, depois vomitei. As criancinha piolhentas de Woodstock isso sem falar nos assassinos Guevara e Battisti são nauseantes. O cara ergue altar pros assassinos e depois de diz vítimas dos militares que desceram o cacete no lombo desse desorientado... Entre ansias de vomitos, gargalhei quando vi o cara celebrando woodstock, profetizando um woodstock universal kkkkkkkkkkkkk bem a calhar o comentário do Reinaldo Azevedo: "Ele não é idiota a ponto de achar que a sua fantasia será, um dia, a regra. Ao contrário: é espertalhão o suficiente para levar outros a acreditar na sua pantomima".

      Excluir
    2. Caro Lungaretti,

      no trecho abaixo está um dos quesitos que me leva a admirar o caráter do Reinaldo Azevedo: "em 1976, quando se opor à ditadura requeria muito mais do que a coragem moral da abjuração — era necessário ter a coragem física do enfrentamento —, eu estava na oposição ao regime militar, o que me rendeu alguns dissabores, mal a barba havia me despontado no rosto. Talvez até pudesse pedir hoje uma graninha ao estado, mas, vejam só!, eu sabia os riscos que corria e não acho que os pobres brasileiros devam arcar com o custo das minhas escolhas. Não acredito que homens sejam propriedades do estado — ou que este, como ente, representando a todos, deva arcar com o peso das opções feitas por parcelas da sociedade ou por indivíduos".

      Aos chupa-cabras que se esbaldam em indenizações milionárias uma lição de caráter.

      Excluir
  14. Tenho que repreende-lo publicamente, Cinéfilo. Você foi muito caridoso com o ex-terrorista Celso Lungaretti, defensor da ditadura comunista abortada por nossos militares, cagoeta dos seus companheiros (nenhuma novidade, terrorista só é corajoso para tirar a vida de inocentes. No fundo são grande cagões que defecam suas fezes contra vítimas indefesas). O tempo passou mas o Ser Lungaretti não evoluiu, continua vomitando mentiras, distorcendo as coisas, espalhando o seu lixo moral, a sua pequenez comprovada no episódio da delação, o seu eterno ódio contra todo aquele que pensa diferente dos excrementos que costuma escrever.

    Envie a esse cidadão bonecas de pelúcia do Marx, Stálin, Lênin, Foulcault, Lukacs, Fidel e uma especial do covarde Cesare Battisti (figurinha do mesmo naipe moral de Ungaretti).

    ResponderExcluir
  15. Caro Celso Lungaretti,

    1) Começou mal. Não tenho ídolos. Não faço parte do seu time ideológico com seus ídolos/deuses carniceiros.

    2) Que Olavo se deu mal, é a sua opinião. Falta isenção a ela. Deve ser sumariamente descartada. Narcisismo é sintoma de insegurança. Deixe que os outros julguem.

    3) Repito novamente. Não tenho ídolos. Concordar com algumas das colocações de Reinaldo Azevedo e Olavo de Carvalho não os torna meus ídolos. Veja que já perdeste um enorme tempo escrevendo abobrinhas.

    4) É deprimente esse tipo de desafio ao Olavo: “Duvido que ouse me enfrentar. Sabe que não dá nem pra saída”. Fica parecendo aquele fanfarrão que tem necessidade de se auto afirmar. Vc é masoquista? Na minha modesta opinião vc já foi suficientemente espancado pelo Olavo. Se o Reinaldo não lhe responde, talvez seja porque tem escrúpulos: não agride menores de idade. Parece que vc precisa da resposta, necessita de auto afirmação: Ei, estou aqui, estou vivo! Talvez o Reinaldo prefira simplesmente ignorar os seus arroubos juvenis.

    5) Qual calúnia eu disse? Pelo que sei vc assumiu que delatou sob tortura. A tortura invalida a delação ou dignifica o homem que a ela resiste? Veja, não estou defendendo a tortura. Acho algo abominável, praticada por quem quer que seja: militares, comunistas etc. Mas também abomino delatores. Isso não é desqualificação. É a minha opinião.

    6) A quantidade de pessoas indenizadas é enorme, em alguns casos, indenizações milionárias. E daí? A família do soldado Mário Kozel Filho, covardemente assassinado, parece que recebe, aproximadamente, a polpuda pensão mensal de R$ 1.140,00.

    7) Vangloriar-se por defender um crápula/covarde como Cesare Battisti revela quem você ainda é. Crescimento intelectual: zero. Desenvolvimento moral: zero.

    8) Sinto muito, Lungaretti. Ainda que vc tivesse sido assassinado pela ditadura militar, não o veria como mártir de uma boa causa, porque boa não era. Pelo contrário, o comunismo é o regime mais asqueroso que já existiu.

    Au revoir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca tinha ouvido falar neste senhor babaca comunista(desculpe-me a redundância do termo) e espero nunca ouvir falar dele...
      Dona Dilma ainda não arranjou em empreguinho pra ele,não? Desses que a tchurma sempre arranja para os malandros de ocasião, em que se recebe sem prestar serviço?

      Excluir
    2. Boa pergunta. Se o Celso Lungaretti quiser responder... assim como se ele discordar da narrativa do Félix Mayer, postada abaixo, sobre os sinistros acontecimentos daquela época, o espaço está disponível. Não costumo silenciar vozes, deixo esse macabro trabalho para terroristas e comunistas.

      Excluir
  16. Você dissertou sobre prisão, tortura, anistia, indenização, então chegou a hora de saber por que isso aconteceu.

    Segundo Félix Mayer:
    “Celso Lungaretti foi um subserviente capanga de Carlos Lamarca, o terrorista-chefe da VPR, o assassino, desertor e ladrão de armas do Exército que jurou defender com o risco da própria vida, se necessário fosse”.

    Está justificada a sua fixação por ídolos.

    “Celso Lungaretti foi um dos responsáveis pela instalação de um foco guerrilheiro na região de Registro, SP, próximo à BR-116...
    Desde meados de 1969, a VPR pretendia adquirir uma área para treinamento militar de guerrilheiros...
    No início de janeiro de 1970, já se encontravam na área, além da `Tia` e Lavecchia, Carlos Lamarca, sua amante Iara Iavelberg, e Fujimore. No final de janeiro, foram reunidos todos os `alunos` do primeiro turno e iniciaram-se os treinamentos, com aulas teóricas e práticas de armamento e tiro, marchas, topografia, explosivos, minas e armadilhas, emboscadas, instrução tática individual e teoria política.
    Celso Lungaretti foi preso na Guanabara, no dia 16 de abril de 1970, e indicou o local de treinamento de guerrilheiros.
    No dia 19 de abril, tomavam-se as providências no QG do II Exército para o desbaratamento do foco guerrilheiro.
    No dia 21 de abril, chegam à região a 1ª Companhia do 1º Batalhão do 4º RI e trinta e poucos militares da Brigada Aeroterrestre...
    No dia 27 de abril, Darcy e Lavecchia (Nicolau) foram presos depois de serem denunciados por um morador da região quando tentavam evadir-se pela BR-116.
    Um grupo de 20 homens da PM/SP, comandados pelo tenente Alberto Mendes Júnior, foram emboscado perto do Rio Etá, deixando 14 policiais feridos. O tenente Mendes, julgando-se cercado por um grande número de guerrilheiros, aceitou render-se, desde que seus homens recebessem atendimento médico. Deixando os demais policiais como reféns, o tenente Mendes levou os feridos para Sete Barras, voltando para se entregar a Lamarca, de madrugada. Lamarca liberou os demais policiais, pois era inconveniente manter prisioneiros, mantendo apenas o tenente Mendes como refém.
    Próximo a Sete Barras, os guerrilheiros foram recebidos a tiros... Os cinco terroristas restantes embrenharam-se no mato, levando consigo o tenente Mendes.
    Acusado de tê-los traído, o tenente Mendes foi executado com violentos golpes de coronha de fuzil na cabeça, desfechados por Fujimore. Ali mesmo o tenente Mendes foi enterrado... feita a exumação do corpo, no dia 9 de setembro de 1970, desmentindo as inverdades de Lamarca sobre o assassinato: 'Depois de algumas discussões, julgamos e justiçamos o Tenente Paulo Mendes Júnior, que ia como prisioneiro. Foi fuzilado e o seu corpo lançado ao Rio Ribeira, para que não servisse de sinal à direção que seguíamos.' (depoimento de Carlos Lamarca in `A Esquerda Armada no Brasil`, de Antonio Caso)...
    O então tenente Mendes Junior foi assassinado a coronhadas pelo herói da esquerda terrorista, Carlos Lamarca, guerrilheiro, terrorista, desertor do Exército Brasileiro e ladrão das armas do Exército que deveria defender como comandante de Companhia...
    Esse é Celso Lungaretti, o capanga que serviu de corpo e alma a um terrorista da pior espécie, Carlos Lamarca, e hoje tem a petulância de posar como democrata perante seus cupinchas, ao mesmo tempo em que propaga difamações pela Internet. Esse é o Torquemada que quer cercear a liberdade na Internet e investe contra os críticos da Peste Vermelha, essa mesma Peste que foi responsável pela morte de mais de 110 milhões de pessoas no século XX.
    Lungaretti, o autonomeado "Torquemada da Internet", volta a fazer ataques a alguns articulistas que combatem a Peste Vermelha que ele tanto venera...
    Pregava o inquisidor vermelho que toda a esquerda deveria se unir para fuçar o conteúdo desses sites, de modo a levar seus articulistas à Justiça, por conter difamações contra petistas e aliados”.
    http://artigos.netsaber.com.br/resumo_artigo_2465/artigo_sobre_celso_lungaretti,_o_torquemada_da_internet,_strikes_again...

    ResponderExcluir
  17. Caro Celso Lungaretti, ainda bem que vc caiu nas mãos da ditadura militar, porque se fosse comunista não estaria aqui para contar a sua versão.

    Já que permiti a propaganda do seu livro e blog, indico um contraponto “A Verdade Sufocada. A História que a Esquerda não Quer que o Brasil Conheça (Brasília, Editora Ser, 2006) do coronel Brilhante Ustra.

    O Cine Um por Dia deve temer retaliação do Torquemada da internet Celso Lungaretti? O Cine está prestes a ser aniquilado?

    Au revoir!

    ResponderExcluir
  18. Jamais confie num comunista. Ele reza segundo Lênin: "Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é!".
    Jamais confie num delator.
    Deve ser piada o negócio do incognito... blog assinado por fulano de tal... fulano de tal existe? Credibilidade não é isso...
    Ah, Brasil, meu Brasil brasileiro... aqui terrorista recebe indenização quando deveria receber era uma estadia de pena máxima num presídio; aqui terrorista recebe asilo político.
    Acho que o professor Olavo ao qualificar o rapaz "como serviçal da direita militar e agora como delator de direitistas. Por isso mesmo, ele não está de todo errado ao posar de superior a todas as ideologias. No fundo ele não serve a nenhuma: serve-se delas e nunca sai perdendo".
    Fica esperto Cine! Esse cara não nega o gene ditatorial comunista: “Agora ele prova sua fidelidade aos princípios da democracia e da livre expressão exigindo o fechamento judicial dos sites conservadores na internet”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O maior erro da ditadura militar foi ter sido tão parcimoniosa ao eliminar esses comunistas safados. Se tivesse agido com mais empenho, estaríamos livres de conhecer o nome do zé dirceu e de uma certa presidANTA.

      Excluir
    2. Anônimo, creio que isso é um desabafo, um extravasar de indignação perante algumas coisas que aconteceram e estão acontecendo.

      Não podemos igualar o nosso caráter ao de terroristas e comunistas, pois estaríamos justificando a insensibilidade, crueldade e deformação moral dessas pessoas.

      Excluir
  19. Caro cinéfilo, o que penso é o seguinte. As pessoas ficaram chocadas com a performance. Sim. Mas gostaria de saber se ficam chocadas com os mandos e desmandos que a Igreja e o Estado exercem sobre nossos corpos. Pois estão querendo fazer descer goela abaixo o Estatuto do Nascituro, fazendo com que mulheres estupradas tenham de levar adiante uma gravidez fruto de um crime, e mais, que o estuprador ganhe status de pai! Isto é um atentado vil aos nossos corpos femininos. Mas ninguém fala nada! A Igreja fez toda a sorte de cartilhas preconceituosas na Jornada da juventude, mas não vi isto noticiado na grande mídia. Violentam as culturas afro, dizendo que seus cultos são do demônio, e ninguém está indignado! Então, é o seguinte. O ato foi pra chocar sim! Porque todos os dias nossos direitos são impedidos, infrigidos pela Igreja e por um Estado que passa longe da laicidade... mas parece que isto não choca a sociedade. Por um Estado laico, pelo direito ao aborto e igualdade das mulheres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Débora,

      Uma pena que vc recorra a falácia ad hominem e simulação do falso oprimido tentando justificar o injustificável.

      Desconheço as cartilhas que vc considera preconceituosas. Se forem, acione a justiça. É assim que funciona num regime democrático.

      Veja que para defender o seu ponto de vista, vc distorce as coisas considerando a legítima manifestação contra o aborto como “enfiar goela abaixo”. Não é verdade. Um segmento da sociedade defende a sua posição. O oponente defende a dele. Isso é democracia, Débora.

      Também estou cansado de ver ateus e seguidores de outras crenças zombando do cristianismo. Ocorre que, qualquer pessoa, de qualquer religião, que se sentir ofendida, pode entrar com ação criminal baseada no art. Art. 208 do Código Penal e Art. 20 da Lei Nº 7.716/89.

      Realmente, estes artigos mostram a “influência” da Igreja no Estado. A lei pode ser usada contra a própria Igreja... desculpe, mas eu tenho que rir...

      O mesmo Estado que vc critica enfia dinheiro (incluindo o dos religiosos que o compõe) nos movimentos (ONGs, Parada Gay) contrários a crença desses religiosos. A influencia da Igreja é enormeeee... desculpe, mas tenho que rir...

      Quando vc me provar que o feto é o próprio corpo da mulher, a gente continua a conversa. A não ser que vc queira se referir a uma nova modalidade: o auto aborto, mas para isso não poderia estar grávida rsrs

      Débora, considerarei que és uma ingênua que repete mantras. O que é estado laico? Laico não quer dizer anti-religioso, Os religiosos que compõe o Estado pagam seus impostos e tem o direito de se manifestar e lutar por suas convicções tanto quanto vc.

      Deixa eu entender: vc quer o dinheiro que mantém o Estado (a esmagadora maioria desses recursos oriunda de pessoas religiosas) para realizar o aborto, mas não quer que estes se manifestem? Isto sim é enfiar o seu suposto “direito” goela abaixo. Pura hipocrisia, Débora.

      Confesso que hoje estou com pouco tempo disponível, estou teclando de um aeroporto (detesto notebook) então acho que o conceito de estado laico está bem resumido pelo Olavo de Carvalho, aqui: http://www.youtube.com/watch?v=810sgr_am68

      Vc reclama os seus “direitos”, mas se “esquece” que a liberdade de expressão e todos os direitos derivados são frutos da cultura judaico-cristã. Vc não quer abrir mão dessa herança cristã? Experimente o Irã, lá as essas “manifestações” serão bem recebidas.

      Os franceses já estão ficando de saco cheio dessa conversa fiada feministóide...
      http://www.youtube.com/watch?v=vqUbPAmFPKg

      Abraços!

      Excluir
    2. senta o reio, desce o aço kkkkkkkkkkkkkkkkk vejo cabeças vazias desmoronando kkkkkkkkkkk...

      sou fã do blog agora tambem sou fã do cara por trás do blog...

      Excluir
    3. Ter um fã é uma responsabilidade rs

      Abração.

      Excluir
    4. Para Debora aprender com uma verdadeira mulher

      https://www.youtube.com/watch?v=N08kBi6EHps

      Excluir
  20. A ÚNICA COISA QUE NÃO PROCEDE EM ABSOLUTO E DENOMINAR ESTES INSANOS EM GRUPO DE ESQUERDA. A ESQUERDA NUNCA SE POSICIONOU DESTA FORMA E EU POR EXEMPLO COMO COMUNISTA NEM O PARTIDO COMUNISTA PRATICARAM TAIS ATOS DE DESRESPEITO A CULTURA DE QUALQUER POVO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro José Luiz,

      como assim? Subverter a cultura, aniquilar a Igreja, enfraquecer a família, destruir a ordem vigente é a origem declarada do pensamento marxista.

      A sua colocação me leva a concluir que vc não se aprofundou no marxismo (comunismo) desconhecendo os escritos de Marx, Gramsci e dos integrantes da Escola de Frankfurt (Georg Lukács Max Horkheimer, Theodor Adorno, Herbert Marcuse, Erich Fromm) dentre outros.

      Nesse caso, infelizmente vc se encaixa no que os próprios planejadores culturais marxistas denominam “o idiota útil. Recomendo a entrevista com o ex-agente da KGB e dissidente soviético Yuri Alexandrovich Bezmenov
      Aqui em pequenos trechos:
      https://www.youtube.com/watch?v=95H1wqh96Ts
      https://www.youtube.com/watch?v=Wqlg3Z3ilWs
      ou se preferir uma análise mais longa feita em uma palestra:
      https://www.youtube.com/watch?v=iK4kZSU-5Cg

      Vou acreditar na sua ingenuidade: “O comunismo nunca desrespeitou a cultura de um povo”, "somente" subjugou poloneses, tchecos, alemães, romenos e outros povos a “cultura” comunista.

      Com o tempero desconstrutivista de Jacques Derrida, divide-se a sociedade em grupos radicais (os politicamente corretos), tudo previamente conduzido pelas mãos invisíveis dos planejadores culturais com o trabalho voluntário dos idiotas úteis.

      Todo esse processo desembocou na afronta a religião cristã, como se viu em Copacabana e em outras ocasiões. Jean Wyllys já confessou ser peça da engrenagem gramscista.

      "Estes insanos" são o resultado prático do pensamento esquerdista/gramscista/comunista/marxista.

      Excluir
  21. Realmente nojento, repugnante, abjeto, essa encenação sem qualquer explicação que se possa imaginar.
    Objeto do maior repúdio que se possa pensar.
    E dizer que apologistas de tal barbárie, tiveram a a ousadia. o descaramento, a burrice, de cunhar tal coisa como uma manifestação artistica.
    Realmente, vivemos dias tristes!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é a toa que a sabedoria costuma fazer a sua moradia, preferencialmente, nos cabelos brancos.

      Abraços, Fernando.

      Excluir
  22. Parabéns Cine!!!! Que aula! Imprimi, vou baixar os videos. Fica em paz!

    Sarah - Palotina/PR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz para vc também, Sarah.

      Um forte abraço.

      Excluir
  23. Para aquele anônimo imbecil

    https://fbcdn-sphotos-a-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/198658_487731391308961_1104548664_n.jpg

    ResponderExcluir
  24. Só que queria entender a relação entre a não-barbárie e cristianismo. Ah, sim, todos os povos "bárbaros" (aqueles que viviam fora do Império Romano) foram "convidados" a conversão. Mas a palavra barbárie soa mais abrangente: assassinatos, torturas, jogos de poder, roubos, ausência de escolhas ou de respeito a auteridade, etc, etc, e tudo isso sempre combinou muito bem com o cristianismo (católico em especial). De qualquer forma achei também grostesco o espetáculo das vadias, não pagaria para ver nem baixaria o filme. Puro paladar estética de minha parte, nada além.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luciano,

      “a relação entre a não-bárbarie e o cristianismo” deve ser analisada sob a simples ótica: o que é o cristianismo? Seguir as orientações de Cristo. Quais são as orientações de Cristo? Amar primeiramente a Deus e Amar ao próximo.

      Instituições comandadas por seres humanos que se diziam seguidores de Cristo praticaram crimes? Sim. Elas seguiam os mandamentos de Cristo? Não. Conclusão óbvia: é estapafurdia transferir ao Cristianismo atitudes anticristãs. A quem devem ser imputados tais crimes? Aos líderes eclesiásticos que se imaginaram detentores do poder supremo, jamais a entidade abstrata, cristianismo.

      Agora vamos nos ater a questão barbárie pré-cristã. O hábito de abandonar bebês a morte em depósitos de lixo ou jogar bebês deficientes no despenhadeiro, era comum na Babilõnia, Grécia e Roma. Com o advento do cristianismo valorizou-se a vida individual. Os cristãos primitivos – os mesmos cristãos primitivos que se dedicavam a cuidar de doentes que as outras pessoas entregavam a própria sorte - passaram a recolher as crianças abandonadas, até que num passado mais recente foram os responsáveis pela abertura dos primeiros orfanatos.

      Monges irlandeses inspirados por São Patrício, no exílio copiaram manualmente toda literatura ocidental disponível mantendo vivo o conhecimento antigo.

      Com o advento da Reforma Protestante houve o avanço educacional, levando instrução religiosa às crianças, educação elementar de leitura, caligrafia, aritmética básica, leitura clássica, educação vocacional, escolas de latim e gramática, dando-lhes base em línguas clássicas. As universidades preparavam especialistas e líderes civis e religiosos.
      Nos Estados Unidos a Universidade de Harvard foi criada para o ensino avançado, e para assegurar a tradição religiosa da geração seguinte. Orfanatos, missões, hospitais, abrigos para velhos e outros órgãos foram organizados para atender as necessidades de pobres, marginais e doentes.
      O metodismo procurou integrar os migrantes em suas igrejas, dando aos trabalhadores um novo sentido de comunidade de cuidado e afeto. Essas massas, de cultura rudimentar, receberiam nas igrejas uma educação continuada. Cuidava-se da totalidade de suas necessidades.
      Na Alemanha, Lutero insistiu com as autoridades públicas no sentido de se criarem escolas com vistas à educação secular e eclesiástica. Melanchthon, homem da confiança de Lutero, propôs a organização dos estudantes em três classes, divididas em faixa etárias. Os adolescentes estudavam os evangelhos, epístolas, salmos, provérbios, o decálogo e também, física, gramática, moral, lógica e história. No último nível dedicavam-se ao latim, filosofia, gramática dialética, filosofia, retórica, matemática, física e ética. Aqueles que iriam dedicar-se à vida eclesiástica aprendiam grego e hebraico.
      Poderia citar Suíça, Holanda, Dinamarca e outros países que tiveram cristãos espalhando as sementes educacionais.

      Afinal, as mais conceituadas instituições surgiram no segmento cristão: Exército da Salvação, Cruz Vermelha, Alcoólatras anônimos, Habitat para a Humanidade, Prison Fellowship, Sociedade de Prevenção da Crueldade dos Animais, Operação Sorriso, além dos primeiros hospitais, escolas públicas, etc.
      Isso sem contar que o fim da escravidão, a exploração infantil e outros direitos nasceram das lutas de vários cristãos ao redor do mundo – algumas vezes confrontando outros “cristãos”, mas que não colocavam em prática os ensinamentos de Cristo.

      Excluir
    2. Eu poderia avançar para indivíduos cristãos que doaram as suas vidas estendendo as mãos aos mais necessitados como o Dr. Paul Brand, Albert Schweitzer, Madre Teresa, Luther King, mas acho já basta, não?

      Talvez foi pensando nisso que R. Z. Friedman, filósofo da Universidade de Toronto, escreveu: “Sem a religião, não é possível estabelecer a coerência de uma ética da compaixão. O princípio de respeito pelas pessoas e o princípio da sobrevivência dos mais aptos são mutuamente exclusivos”.

      Finalizo com as palavras do poeta inglês T. S. Eliot: “Foi no cristianismo que as nossas artes se desenvolveram; foi no cristianismo que as leis da Europa – até há pouco tempo – se enraizaram. É sobre uma base do cristianismo que todo o nosso pensamento tem significado. Um europeu individual poderá não acreditar que a Fé Cristã seja a verdadeira e, todavia, tudo o que ele diz, faz e constrói, teve origem na herança da cultura cristã e depende dessa cultura para poder ter um significado... Não creio que a cultura da Europa pudesse sobreviver ao desaparecimento total da Fé Cristã. Se o cristianismo desaparecesse, a nossa cultura também desapareceria por completo".

      Pois é, Luciano, o seu discurso condenando algumas atitudes criminosas que vc atribuiu ao cristianismo, só faz sentido emprestando a herança cristã. Curioso, não?

      Will Durant dizia: “Sair do barbarismo para a civilização leva um século, da civilização ao barbarismo basta apenas um dia”. Muitas pessoas sequer conseguem notar algo tão simples.

      Abração.

      Excluir
    3. Cinéfilo, to acompanhando o seu ponto de vista, nunca tinha pensado nisso, faz todo sentido do mundo não jogar nas costas do cristianismo atitudes condenadas pelo cristianismo. Mas não tá errado jogar nas costas do comunismo atitudes dos comunistas? Valeu!!

      Excluir
    4. Estaria errado se essas atitudes contrariassem a pregação política do Marxismo. Marx dizia que a revolução precisaria utilizar a violência “para implantar o socialismo no mundo nós temos de destruir no caminho uns quantos povos inferiores”.
      Marx dizia que o governo revolucionário não teria “nem tempo nem oportunidade para a compaixão e o remorso. Seu intento era aterrorizar os oponentes até a sua submissão. Ele deve desarmar o antagonismo mediante execução, prisão, trabalho forçado, controle da imprensa”.

      Surpreende que Stálin, Pol Pot, Mao Tse, Fidel e outros tenham derramado rios de sangue? Na verdade a ideologia marxista trabalha assentada no alicerce da vingança, o conflito de classes, tem um enorme “amor” pela humanidade, despreza o indivíduo.

      Jean Paul-Sartre que o diga: “Abater um europeu é matar 2 coelhos numa cajadada, eliminar ao mesmo tempo o opressor e o oprimido; ficam um homem morto e um homem livre".
      "Todo anticomunista é um cão".
      "Um regime revolucionário deve descartar um certo número de indivíduos que o ameaçam, e não vejo outro meio para isso, a não ser a morte. Sair de uma prisão sempre é possível. Os revolucionários de 1793 provavelmente não mataram o suficiente".

      Depois esses “benfeitores” da humanidade disparam contra a Igreja acusando-a de práticas criminosas. Seguem ao pé da letra o ídolo Lênin: “Acuse os adversários do que você faz, chame-os do que você é!”

      Finalizando, é justo atirar nas costas do marxismo/comunismo a violência gerada? Sim. A violência era fomentada pela ideologia. Por isso o filósofo francês Bernard-Henri Levi, um ex-marxista, escreveu: “Aplique o marxismo em qualquer país e você sempre encontrará um Gulag no final”.

      Um grande abraço!

      Excluir
    5. Nas costas de quem deveríamos depositar os atos cristãos da "Santa" Inquisição?
      Ah, sim, não devemos confundir cristianismo com catolicismo...

      Excluir
    6. Anônimo, "atos cristãos". Mostre-me onde os ensinamentos de Cristo (cristianismo) ordenam tortura, execução etc.

      A lavagem cerebral marxista tem esse inconveniente: torna o indivíduo domesticado incapaz de distinguir uma pera de uma berinjela. Que pena!!

      Excluir
    7. Cinéfilo, aqui é o primeiro anonimo... Perfect!

      Com vossa permissão me dirijo ao segundo anonimo. Me corrija se estiver errado. No mundo do 2º anonimo se ele tivesse um imóvel ou um automovel uma pessoa poderia vender o seu bem dizendo "Em nome do anonimo". Essa pessoa nao precisa de procuração lhe dando plenos poderes para tal negociação. Todo mundo sabe que pra realizar determinada coisa em nome de alguem tem que ter a procuração. O 2º anonimo acha que não.

      A revolução francesa em uma só noite liquidou 17 mil epssoas. Fidel contabiliza 17 mil sem contar os 80 mil que morreram afogados tentando fugir do paraíso. Somados os regimes comunistas chefiados por Stalin e Mao Tse chegaram a 100 milhões de cadáveres.

      Correto, grande Cinéfilo. O Cristianismo tirou a bárbarie do coração humano. Se tiver mais dados, manda ver...

      PS: Gosto da tua ironia temperando a aula.... hahahaha

      Excluir
    8. Então vai um adendo: a origem da ciência moderna está no cristianismo; o monge Guido d’Arezzo criou as 7 notas musicais; os povos bárbaros consideravam o homicídio uma honrosa ocupação e a vingança era sinônimo de justiça mas a introdução do Evangelho arrefeceu os temperamentos mais exaltados...

      Certamente o nobre professor Luciano deve saber disso.

      Excluir
    9. Aberta a contagem por nocaute 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10

      Excluir
    10. Os seis maiores assassinatos em série nos EUA foram praticados por individuos homossexuais. Os dois maiores assassinos da história mundial, também eram homossexuais. Ludwig Tiene, executor em Auschwitz, estrangulava, esmagava e roía meninos e rapazes, enquanto os estuprava. Gilles de Rais matou 800 meninos, ele os atraia a sua casa, estuprava, queimava ou cortava e comia.

      Pergunto ao anônimo: devemos jogar nas costas do homossexualismo?

      Excluir
  25. Parceiro,

    Até os organizadores da Marcha das Vadias não concordaram com esses atos, apenas mostrou a falta de respeito para com o outro.

    ''Espíritos grandiosos sempre encontraram oposição violenta de mentes medíocres.''
    Albert Einstein

    Fe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fe, minha parceira.
      Tá certo, os integrantes da marcha das vadias não concordaram: somente incitaram com delicadas palavras contra a igreja como, por exemplo, “tire seu rosário do meu útero”. Quando Voltaire vociferava “Esmagai a infame” não sabia que estava instigando a violência contra a igreja, não é?

      Ano passado a Marcha das Vadias cercou a igreja de Nossa Senhora de Copacabana em dia que faziam missa em prol das crianças.
      http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/05/marcha-das-vadias-tem-tumulto-em-frente-igreja-em-copacabana.html
      http://beinbetter.wordpress.com/2012/05/27/a-marcha-das-vadias-e-a-intolerancia-do-movimento-feminista/

      Quando promoveram o beijaço na escadaria da Igreja de Nossa Senhora da Glória, eles não estavam afrontando a Igreja, não é?
      http://www.youtube.com/watch?v=ENWKOEDQPQ8

      É verdade, os integrantes da marcha agiram para conter o abominável ato: formando um cordão de proteção para os “performáticos”.
      https://fbcdn-sphotos-c-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn1/1010879_565015936877949_1218345885_n.jpg

      Abraços!

      Excluir
  26. Olá Cinéfilo
    A doxa é mesmo inebriante, somos todos vítimas e herdeiros da ignorância.
    É lamentável que nós humanos possamos de todos os modos afrontar, humilhar, julgar e condenar outros humanos.
    Não há sabedoria sem compaixão. E a maior compaixão é aquela, na qual, imbuídos, podemos ao menos perdoar por não saberem o que fazem e nem porque fazem, ainda que afirme que sabem.
    As pedradas nunca doem em quem as joga, triste são as mãos que carregam pedras, triste as línguas cheias de dardos.
    “Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor...”
    Um abraço
    Soli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Soli.
      Só que nesse caso eles sabem muito bem o que fazem. E como sabem. São "hipócritas, raça de víboras, serpentes".

      Abraços.

      Excluir
  27. Dirceu Scarparo Vargas1 de agosto de 2013 17:38

    Vendo estas imagens/atitudes me ocorre o termo NIILISMO.
    Um abraço do Dirceu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa observação, Dirceu. O que por sua vez remete ao bode expiatório de René Girard.

      Abraços!

      Excluir
  28. Olá Cinéfilo, voltei!
    Essa postagem ficou mesmo polêmica
    Concordo com voce, as cenas são muito chocantes, essas mulheres não me representam, performances como essas só fazem vislumbrar o quanto parte da humanidade se encontra truculentamente perdida, mas ainda assim me pergunto qual mesmo será nossa parcela de culpa por tudo isso?
    Pode ser triste o que vou dizer, mas minha moral não ficou tão ofendida, as estatuas são de gesso e a cruz de madeira, sei que isso está longe de ser justificativa, mas minha indignação fica verdadeiramente arrasada com o que para alguns já é banal.
    Minha moral fica sim ofendida quando vejo crianças abandonadas em lixo, crianças sendo seviciadas por adultos que deveriam proteger, ver idosos sendo espancados, sem falar na fome que famintamente ceifa muitas vidas todos os dias, e porque não falar dos números da tristemarca comemorada, no dia internacional da mulher, que a cada 5 minutos uma mulher é agredida no Brasil, antes eram a grande marca era em cada 2 minutos 5 mulheres eram agredidas (essas são das que denunciam) e nem quero comentar sobre pedofilia.
    Esses são alguns dos leões que preciso domar em minha consciência todos os dias para levantar, preparar o café, educar os meus filhos acreditando que a vida pode ser bela.
    Algum tempo li algo mais menos assim : o quanto se fala em deixar um mundo melhor para nosso filhos, talvez seja hora de começarmos a pensar a deixar filhos melhores para o mundo.
    Como o pardalzinho da fábula que tenta conter incêndio da floresta carregando água em seu bico, vou tentando fazer minha parte, sem perder a ternura.
    Abraço

    ResponderExcluir
  29. Soli, me desculpe. Mas isso é desviar o foco. As mazelas tristemente enumeradas são motivo de tristeza para todo ser humano que se preocupa com seu próximo. Ocorre que isto é tema de discussões filosóficas, políticas, sociológicas etc. Por isso não vou me ater a uma questão amplamente divulgada.

    O que seu viu em Copacabana não é tema de discussão. Aliás, a grande mídia dedicou-lhe uma nota de rodapé. Por quê? Porque a grande mídia é dominada por esquerdistas e reza na cartilha do politicamente correto. O que se viu foi uma agressão a liberdade religiosa. Aliás, isto vem se repetindo. Noto que muitas pessoas tentam justificar utilizando velhas falácias, o que tenho veementemente rejeitado.

    Não sou católico, aliás, a minha crença rejeita as “estátuas de gesso”, mantendo a cruz como um símbolo do cristianismo. Mas nem por isso eu deixo de respeitar os símbolos religiosos dos católicos. E nem penso em minimizá-los. Existem agressões psicológicas que são tão traumáticas quanto às físicas.

    As agressões a liberdade religiosa costumam evoluir até atingirem a perseguição, tortura e execução. Sempre foi assim.

    Que tal acrescentar a sua lista de moral ofendida, as perseguições, torturas e assassinatos de mais de 100 mil cristãos – grupo mais perseguido no mundo –, anualmente
    http://2.bp.blogspot.com/-irhLswvVNLQ/TxQibSxH1dI/AAAAAAAAAGU/ho7LnMb2kcA/s1600/mapa.jpg

    http://www.portasabertas.org.br/

    http://www.vozdosmartires.com.br/

    Talvez esteja hora de notar para onde estamos caminhando. Faço minhas as palavras do Pastor Martin Niemoller:
    "Um dia vieram e levaram meu vizinho que era judeu.
    Como não sou judeu, não me incomodei.
    No dia seguinte, vieram e levaram
    meu outro vizinho que era comunista.
    Como não sou comunista, não me incomodei.
    No terceiro dia vieram e levaram
    meu vizinho católico.
    Como não sou católico, não me incomodei.
    No quarto dia, vieram e me levaram;
    já não havia mais ninguém para reclamar"

    Abraços!

    ResponderExcluir
  30. Fico enojada lendo comentários de pessoas que consideraram o ato
    - insano, mas...
    - chocante, mas...
    - excesso, mas...

    Porra, larga de ser covarde, bunda mole, hipócrita...Assuma que gostou da bosta toda e num fica se fingindo que discorda ao mesmo tempo que procura acusar a vítima disso e daquilo.

    Deixa de ser vadio(a)nos comentários, tenham dignidade para assumir de que lado vc está nessa estupidez praticada por canalhas...

    ResponderExcluir
  31. Gostaria que alguém apresentasse qual instituição recupera mais pessoas do que as igrejas? Drogados, prostitutas - ops! me esqueci que segundo o politicamente correto nenhum dos dois precisa ser recuperado - bandidos, fora o trabalho social com crianças abandonadas, idosos e moradores de rua. Por que invés de criticar uma igreja vc não se engaja nela, tenta mudar o que está errado e põe a mão na massa no trabalho social?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, muitas pessoas só querem criticar. É mais fácil espumar a boca que se engajar. Parabéns por sua colocação, eu era um crítico da igreja - criticava aquilo que não vivenciava, discursava baseado em clichês fomentados por formadores de opinião. Hoje vejo professores sem nenhum formação sobre eclesiologia, teologia e outras ferramentas, destilando seus "conhecimentos" que nada mais são do que pré-conceitos despidos de conteúdo quando analisados à luz da razão, filosoficamente, historicamente.

      Abraços!

      Excluir
    2. Alto lá! As igrejas é muito genérico.Existem igrejas e igrejas....Em primeiro lugar, parabéns ao blogueiro por não ficar calado diante de assunto tão polêmico e agressivo.Em segundo, a manifestação foi de um mau gosto enorme, e fere a constituição, pois desrespeita a fé de outras pessoas.E terceiro, sou contra a igreja católica, pois protege pedófilos e excomunga padres QUE CASAM com mulheres..não dá prá fingir que isto não acontece e agitar bandeirinhas ao papa que fala de tudo, menos da maior chaga da igreja cattólica.Não concordar é um direito meu, mas não vou desrespeitar a fé de ninguém fazendo isto, e os santos não são os culpados pelos erros dos homens né?

      Excluir
    3. Vc se esqueceu de dizer que 85% dos padres pedófilos são homossexuais. Um estudo com 229 pedófilos publicado nos Arquivos de Comportamento Sexual observou que 86% dos agressores sexuais de meninos se descreveram como homossexuais ou bissexuais e o número de atração homossexual é de 6 a 20 vezes maior entre pedófilos.

      Excluir
  32. Na Marcha da Família tinha cerca de 100 mil pessoas, nenhum ato isolado, nenhuma queima de símbolos lgbt ou feminista. Por que será?

    Regina G.
    Brasília/DF

    ResponderExcluir
  33. https://fbcdn-sphotos-b-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash4/p480x480/399177_10151608186218800_1605381944_n.jpg

    ResponderExcluir
  34. https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc1/249011_323349954467529_1559165874_n.jpg

    ResponderExcluir
  35. Com vocês, o ex-revolucionário Dostoiévski, que exilado na Sibéria mas com a mente ainda em plena capacidade analítica, conseguiu meditar no Novo Testamento chegando a importantes conclusões:

    “Todas essas convicções quanto à imoralidade das próprias fundações (cristãs) da sociedade contemporânea e à imoralidade da religião, da família, do direito à propriedade privada, e assim por diante – tudo isso eram influências a que éramos incapazes de resistir e as quais, de fato, capturaram nossos corações e mentes em nome de algo muito nobre. (...) Aqueles entre nós – isto é, não só os do círculo de Petrachévski, mas em geral todos os infectados e que no entanto mais tarde rejeitaram completamente toda essa escuridão e terror que se preparava para a humanidade supostamente para regenerá-la e restaurar-lhe a vida...”

    “Por que eles cortam cabeças? Simplesmente porque é o mais fácil a se fazer. Eles desejam o bem comum, mas quando se trata de definir “bem” chegam no máximo a reiterar o aforismo de Rousseau – segundo o qual o “bem” é uma fantasia ainda não ratificada pela experiência. A queima de Paris é algo terminantemente monstruoso: “Já que nós falhamos, que o mundo inteiro pereça!” – pois a Comuna é mais importante do que o bem do mundo ou da França! E ainda assim eles (e muitos outros) veem nessa loucura, não monstruosidade, mas beleza. Diante disso, a idéia estética só pode estar completamente anuviada na mente moderna.”

    “O que eu tomo por certo é o seguinte: se você desse a todos esses grandes professores contemporâneos carta branca para destruir a sociedade antiga e construí-la do zero, o resultado seria tamanha obscuridade, tamanho caos, algo tão cruel, cego e inumano que toda a estrutura entraria em colapso ao som das imprecações da humanidade antes que se chegasse ao menos perto de uma conclusão. Tendo rejeitado Cristo, a mente humana pode alcançar extensões incríveis.”

    “Seu filho está agora com oito anos de idade; mostre-lhe o Evangelho, ensine-o a acreditar em Deus, e isto do modo mais ortodoxo. Trata-se de um sine qua non; de outro modo a senhora não conseguirá tornar seu filho em um ser humano decente, mas no melhor dos casos em um sofredor, e no pior – um “sucesso” letárgico e sem preocupações, o que é um destino ainda mais deplorável. A senhora jamais encontrará nada melhor do que o Salvador em lugar algum, creia-me”.

    ResponderExcluir
  36. Ah, deixe a galera zoar um pouco.
    Alguém lutando contra o bom mocismo é legítimo.
    Continue nos filmes que você contribui mais.
    Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crime não é zoeira; é crime e merece punição.
      Discordar é legítimo. Desrespeitar demonstrando intolerância, não.

      Continuo nos filmes, mas tenho certeza que a minha principal contribuição é outra... os e-mails que recebo mostram qual das duas é mais importante.

      Excluir
  37. Amigão, achei demais as porradas q vc deu :D Tô morrendo de rir dos cruzados e diretos q esse bando de trouxas levaram. Num teve dó, mimimi, dizquemedisse, golpe e contragolpe... putz... que contragolpe! Mais do q nunca fanzaço do blog. Aguardando mais nocautes, se é q alguém se atreve a subir no ringue hahahaha

    ResponderExcluir